ENTRAR Bem-vindo! Faça login para ter
uma experiência completa.

Abacate: a febre

19 de setembro de 2017

(2)
An avocado a day, keeps the doctor away

Abacate é uma fruta tão antiga quanto os Astecas, os Maias, a Mesopotâmia, o Tigre-Eufrates e todo aquele assunto das aulas de geografia sobre o início da civilização do mundo. Ali, em letras miúdas e hieróglifos impressos na apostila, estava o abacate.

Talvez você não tenha se dado ao trabalho de olhar profundamente para essa fruta misteriosa, rica e sagrada. Você só parou para prestar atenção no abacate quando conheceu o guacamole com tortillas mexicanas (seu guloso). Eis que, em pleno 2017, quando o bacon é condenado por sua gostosura e, tá, um pouquinho de colesterol, o abacate faz sua ascensão. Sorrateiro, danado e sim, antigo para caramba, ele chegou ao topo na pirâmide alimentar.

New York Times, BBC, Le Monde, The Guardian, The Independent e Sensacionalista. Todos pararam para registrar esse fenômeno: o abacate é um superalimento. Potássio, vitamina E, antioxidantes, fibras, minerais e mais um monte de agentes que combatem a diabetes, obesidade, trombose e outras doenças horrorosas. Não ficou fácil ser uma batata-doce hoje em dia. Ou uma quinoa. Ou um feijão.

Apenas em noites de lua cheia, na primeira sexta-feira do mês, do segundo trimestre do ano, o abacate atinge o ponto certo.

Porém, dentre tantos benefícios, recentemente, comedores de abacate de todo o planeta Terra (fontes em Marte garantem que isso não acontece por lá) chegaram a um impasse: a maturação da fruta. Ao que tudo indica, esta fruta passa a perna nos consumidores. OMG! Como assim? Estudos apontam que ou o abacate está muito maduro ou muito verde. E que, apenas em noites de lua cheia, na primeira sexta-feira do mês, do segundo trimestre do ano, o abacate atinge o ponto certo.

Então, não basta querer comprar uma sacola de abacates, voltar para casa e achar que vai ser feliz. Talvez você precise ser um gênio para descobrir o dia certo para comer o seu abacate. Porque esse dia existe. E ele pode ser hoje. Tendo dito isso, nós vamos encerrar essa matéria porque os abacates da Tutano estão no ponto e não podemos deixar essa oportunidade passar.

Dica para evitar acidentes com abacate

Cuidado com as facas. Retire a semente com uma colher. Para fatiar apoie a fruta e proteja a mão com uma toalha, ela é muito escorregadia e tem causado acidentes em todo o mundo.

Leia mais:

Pancs: quem são? onde vivem? o que comem?
Comida brasileira: do jambu ao churrasco

COMPARTILHE ESTA MATÉRIA
AVALIAÇÕES
(2)
  • Excelente
    2
  • Muito bom
    0
  • Normal
    0
  • Ruim
    0
  • Horrível
    0
DÊ SUA NOTA: