ENTRAR Bem-vindo! Faça login para ter
uma experiência completa.

Alho, Aleluia!

11 de maio de 2016

(0)
O alho pode ser muito mais do que uma arma contra vampiros ou um tempero tem-que-ter. Veja como transformá-lo no astro da mesa

Tempos atrás o alho era como o sal: estava em todas as receitas. Talvez a melhor explicação pra isso é que em épocas em que as condições de armazenamento eram duvidosas, o alho superava o sabor daquela carne que estivesse fora do seu prazo de conservação. Mas, com o passar do tempo, o alho deixou de ser vilão dos sabores e assumiu papéis diversos em receitas em que é usado frito, cozido, cru, assado e doce. Às vezes com o papel de protagonista e às vezes sendo o indutor apenas para realçar outros sabores. Aqui vão algumas maneiras de prepará-lo.

Faça uma mistura de alho bem picadinho, salsinha e raspas de limão e sirva sobre o seu ossobuco cozido. Isso se chama “gremolada”, que é a responsável pelo sucesso de qualquer receita de ossobuco.

Sabe aquela maionese refrescante, cheia de sabor e com um toque de limão que você come nos sanduíches de verão? Muitas delas levam uma pasta de alho em suas misturas, que, por ser assado durante horas, perde acidez e ganha suavidade.

Se tem um prato que eu considero memorável é um espaguete ao vôngole que comi faz anos em Roma. Qual é o segredo? As lâminas de alho meio fritas, meio cozidas em azeite de oliva e vinho branco, que deram ao prato o equilíbrio perfeito entre aroma e suculência.

COMPARTILHE ESTA MATÉRIA
AVALIAÇÕES
(0)
  • Excelente
    0
  • Muito bom
    0
  • Normal
    0
  • Ruim
    0
  • Horrível
    0
DÊ SUA NOTA: