ENTRAR Bem-vindo! Faça login para ter
uma experiência completa.

O puro e simples chocolate

14 de maio de 2016

(0)
Bibiana Schneider, da Cuore di Cacao, revela os segredos dessa delícia e ainda dá uma receita deliciosa!

Chocólatras de plantão, preparem-se: a comunidade de vocês está prestes a ganhar novos adeptos. Depois desta matéria vai ficar difícil não sair correndo em desespero atrás de um chocolate. Mas, peraí, dirão os menos entusiastas, o que pode haver de novidade em chocolates? Acompanhe e entenda por que existe uma grande chance de você nunca ter experimentado chocolate de verdade.

Você sabia que o cacau é uma commodity, com valor negociado em bolsa? Pois é, cada vez que você entra em dieta e corta o chocolate da sua vida, a demanda dessa matéria-prima cai e os caras lá na bolsa de NY vão à loucura (brincadeirinha, você não é tão importante as- sim!). Mas enfim, isso é pra explicar que as grandes indústrias compram cacau com base em preço, independente da origem e das diferentes qualidades. Por isso, a produção de chocolate nessas indústrias se utiliza de uma massa de cacau que, mesclada a outros ingredientes como gordura hidrogenada e baunilha, garante o mesmo resultado final no sabor, tenha ele sido feito com massa de cacau da Colômbia ou de Madagascar.

Cada vez que você entra em dieta e corta o chocolate da sua vida, a demanda dessa matéria-prima cai e os caras lá na bolsa de NY vão à loucura.

Tudo isso quem nos contou foi Bibiana Schneider, da Cuore di Cacao. Bibiana e sua irmã, a chocolatière Carolina, foram a fundo na pesquisa do cacau quando decidiram que era hora de produzir o próprio chocolate. Veja bem, quando falamos em produzir o próprio chocolate, é praticamente vestir a galocha e colher o cacau lá nas fazendas da Bahia. Elas foram a campo e selecionaram a dedo os fornecedores, para poderem certificar-se do cuidado no cultivo e pós-colheita.

Quando se trata desse tipo de cacau – chamado cacau “fino” – a variedade de aromas é enorme e pode diferir dentro de uma mesma colheita, explicou Bibiana. É por isso que em alguns chocolates dessa linha você vai sentir notas de caramelo, por exemplo, ou em outros, de frutas cítricas; cada cacau tem um perfil aromático diferente. A qualidade é tão importante que influência muito mais no sabor do que a porcentagem de cacau utilizada em cada chocolate. Dos melhores frutos são escolhidas as sementes, também chamadas de amêndoas de cacau, que são fermentadas e secas sob condições controladas e aí, então, enviadas para cá, onde são torradas antes de seguirem para as outras etapas de produção.

E isso, minha gente, resulta no mais puro e limpo sabor de chocolate. Chamem-nos de puristas, mas queremos ver vocês comerem qualquer outro tipo de chocolate depois de adentrarem ao mundo dos chocolates feitos de cacau de verdade.

Ingredientes:

  • 200 g de chocolate ao leite nº 42
  • 100 g de creme de leite UHT (1/2 caixinha)
  • 150 ml de leite integral

Modo de preparo:

Coloque os ingredientes em uma vasilha plástica (própria para micro-ondas). Aqueça em potência média-baixa por aproximadamente 2 minutos. Mexa com um fouet. Aqueça de 1 em 1 minuto, mexendo sempre, até que todo o chocolate esteja derretido e a mistura esteja homogênea. Sirva quentinha e desmaie de prazer!

Prefere ver o passo a passo? Clique na receita de calda de chocolate nº 42

COMPARTILHE ESTA MATÉRIA
AVALIAÇÕES
(0)
  • Excelente
    0
  • Muito bom
    0
  • Normal
    0
  • Ruim
    0
  • Horrível
    0
DÊ SUA NOTA: