Choripan e Pizza: novos endereços do ‘clube da esquina’ em Curitiba

0
508
Choripan. Foto: divulgação

Quem repete a máxima de que “curitibano é um povo fechado” não faz a mínima ideia de que isso pertence cada vez mais ao passado. Dia desses recebi uma hóspede do Recife, que ficou surpresa ao ver o povo nas calçadas da Vicente. O mesmo espanto me foi revelado por um motorista do Uber, o bonde preferencial desse tipo de rolê, ao lado da magrela e da sola do tênis – ou da sapatilha.

Casa colorida com gramado e pão com linguiça

De olho neste rio de asfalto e gente – que não entorna ladeiras como no legítimo Clube da Esquina, mas também entope o meio-fio – empreendedores locais têm apostado em fórmulas novas. O Choripan, por exemplo, nasceu em torno do típico pão com linguiça argentino, estrela do cardápio com variações para agradar gregos e vegetarianos. A linguiça artesanal é grelhada e servida com pão francês e molho chimichurri ou crioulo, com algumas opções de chope.

A primeira unidade do Choripan foi aberta na esquina das ruas Tapajós e Inácio Lustosa, no São Francisco. A pequena casa colorida abriga cozinha, bar, caixa, banheiros e algumas mesas. Mas é do lado de fora que a proposta do Choripan se concretiza: no amplo gramado, o público se acomoda em meio a esteiras, bancos e mais mesas. A expansão do Choripan, que se prepara para virar franquia, garantiu a inauguração da segunda unidade, seguindo os moldes da original: uma simpática casinha colorida, com amplo gramado anexo, na esquina da Avenida Getúlio Vargas com a Rua Tamoios.

Choripan Getúlio. Foto: divulgação
Choripan Getúlio. Foto: divulgação

A portinhola com pizza e chope gelado

Outro representante deste movimento é o Pizza, que já vem formando filas nas calçadas curitibanas desde 2012. Tudo começou numa portinhola na Trajano Reis, que já não existe mais. Aí vieram novas portas nas ruas Vicente Machado e São Francisco e, por último, o Pizza da Carlos de Carvalho, que funciona no Edifício Anita, um “prédio com alma”.

A proposta do Pizza acompanha o cardápio minimalista do Choripan. É pizza e ponto. Maaas, pizza MESMO. Receita original italiana, servida em generoso pedaço para dobrar uma vez e correr pro abraço. Suco integral de uva e chope gelado completam a experiência. “Queremos desfrutar do espaço público com consciência e qualidade, garantindo comida de rua boa e barata para boêmios curitibanos, trabalhadores da madrugada e adoradores de pizza”, resume a crew.

Pizza Edifício Anita. Foto: divulgação
Pizza Edifício Anita. Foto: divulgação

Choripan Getúlio
Av. Getúlio Vargas, 3777, Água Verde

Choripan Tapajós
Rua Tapajós, 30, São Francisco

Terça a sexta-feira, 17h às 23h; sábado, 14h às 23h; domingo, 14h às 21h

Pizza Vicente
Avenida Vicente Machado, 787, Batel

Terça a quinta-feira, 11h30 às 2h; sexta-feira, 11h30 às 3h; sábado, 14h às 3h; domingo, 16h à meia-noite

Pizza São Chico
Rua São Francisco, 179, Centro
Terça a sábado: 16h à meia-noite; domingo, 18h à meia-noite

Pizza Anita
Al. Dr. Carlos de Carvalho, 15, Centro
Horários em teste até 31/12/2016

rodape_michel
Michel Prado é jornalista em busca de ingredientes para suas histórias dos outros.

Leia mais:

10 motivos para trocar o hortifruti do supermercado pela Feira de Orgânicos da UFPR
Quem quer comer na rua põe o dedo aqui, que já vai abrir a Central do Abacaxi