ENTRAR Bem-vindo! Faça login para ter
uma experiência completa.

20 histórias concorrem ao título de melhor boteco de Curitiba

4 de maio de 2018

(29)
O maior concurso de cozinha de raiz está em sua 4ª edição na capital paranaense

Há praticamente duas décadas, dentro da Rádio Geraes, em Belo Horizonte, nascia o concurso Comida di Buteco. Começou como uma forma de reconhecer quais eram os estabelecimentos que ofereciam a melhor cozinha de raiz na capital mineira. Afinal, se BH já era reconhecida como a capital nacional dos botecos, nada mais justo do que criar um concurso dedicado a eles.

Depois de 19 anos, o Comida di Buteco acontece simultaneamente em 21 cidades, espalhadas por quatro regiões do país. Isso quer dizer que, de 13 de abril a 13 de maio, todo mundo que entra em um dos 600 botecos concorrentes e prova o petisco inscrito, avalia e ajuda a escolher o melhor boteco do Brasil.

Como e o que está sendo avaliado

Os itens avaliados nas cédulas disponíveis nos bares são: tira-gosto; atendimento; temperatura da bebida e higiene do local. Para cada um, uma nota de 1 a 10 deve ser assinalada. A cédula, então, vai para uma urna lacrada. O Instituto Vox Populi, parceiro nacional do Comida di Buteco, se encarrega de recolher as cédulas e fechar as médias de cada boteco.

É bacana saber que esses estabelecimentos são convidados a participarem do concurso, único 100% presencial, o que confere uma credibilidade muito maior – não existe a possibilidade de votar online, por exemplo. É preciso ir até os bares e provar os petiscos. Uma atividade, verdade seja dita, muito prazerosa. Finalmente, como o concurso é patrocinado por diversas marcas, são elas que bancam todo o evento. Os botecos convidados, portanto, não pagam nada por toda a mídia gerada ao longo dos 24 dias de concurso.

Um evento feito de histórias

Em Curitiba, especificamente, o Comida di Buteco 2018 vai até o próximo domingo, dia 6/05. É que aqui concorrem 20 estabelecimentos. Há cidades com mais de 40 participantes, daí a necessidade do período se estender por uma semana mais, até o dia 13.

Por aqui, uma característica muito forte é o fato de que a cidade passa a conhecer de perto as histórias por trás de cada participante. Isso se deve, em boa parte, ao fato de a RPC levar ao ar, duas vezes por semana, as histórias dos bares e petiscos concorrentes. Tudo acontece ao vivo, durante um link direto entre um boteco cenografado nas Ruas da Cidadania e a bancada do Paraná TV. O resultado é que a população curitibana passa a se reconhecer a partir de suas casas e da cozinha de raiz. A grande maioria delas apresenta uma receita nova, que não estava no cardápio, inspirada nas receitas da própria família. Por isso temos tira-gostos inspirados em receitas árabes, portuguesas, orientais e até com sotaque baiano. É a prova mais viva de que a nossa miscigenação está, inclusive, sobre as mesas dos nossos melhores botecos.

Como o Comida di Buteco elege os melhores botecos – embora o tira-gosto tenha papel fundamental nesta escolha – dá para dizermos que são vinte histórias concorrendo ao título de melhor boteco.

Festa da Saideira

O resultado será revelado durante uma festa fechada, diante de 200 convidados entre donos dos botecos e imprensa especializada. Será no início de junho e, pela primeira vez em quatro anos que o concurso acontece em Curitiba, o palco será montado no Mercado Municipal. O que não vai faltar, naturalmente, é muita comidinha boa, cerveja gelada e chorinho.

A escolha do local, entre outras razões, foi porque o Mercado está intimamente relacionado às histórias das casas concorrentes, uma vez que boa parte dos produtos comprados por elas estão entre as gôndolas, peixarias e estabelecimentos ali. É também dentro do Mercado Municipal que estão alguns dos principais pontos de encontro dos donos de botecos de Curitiba. Muita novidade corre “na boca pequena”, em meio ao colorido das alamedas do tradicional ponto turístico. É muita história sendo vivida e contada diariamente.

Ainda dá tempo de você participar com o seu voto. Conheça os botecos participantes, seus tira-gostos, endereços e horários de atendimento:

A Casa da Esquina – Caravelas Portuguesas: Cinco bruschetas de bacalhau, temperadas à portuguesa, servidas com tomate confit, pesto de azeitonas, ovo cozido no estilo Gomes de Sá.

Preço: RS 25,90
Rua Professor Dário Veloso, 602 – Vila Izabel
Contato: (41) 3149-1515

A Casa da Esquina. Foto: Marta Cavalcanti

Alchemia – Cremosinho Alchemista: Cestinha de aipim com moqueca de camarão e camarão crocante.

Preço: RS 25,90
Av. Jaime Reis, 40 – São Francisco
Contato: (41) 3152-0040

Alchemia Bar. Foto: Marta Cavalcanti

Armazém do Espetinho – Do Boi ao Porco: Chapa de carne com farofa, linguiça e torresmo. Acompanha molhos de alho e chimichurri.

Preço: RS 25,90
Rua Barão de Santo Angelo, 1507 – Xaxim
Contato: (41) 3779-1950

Armazém do Espetinho. Foto: Marta Cavalcanti

Baba Salim – Mini Joelho de Camelo: O mini joelho de camelo é recheado com pedaços de carne bovina e cebola, preparados na manteiga. Sua apresentação é de mini rótulos de joelho.

Preço: R$ 24,00

Rua Amintas de Barros, 45 – Centro
Contato: (41) 3222-7672

Baba Salim. Foto: Marta Cavalcanti

Bar dos Passarinhos – Pastel de Camarão – Pastel frito na hora, recheado com camarão e temperos especiais.

Preço: R$ 18,00
Rua Desembargador Ermelino de Leão, 511 – Centro
Contato: (41) 98731-8149

Bar dos Passarinhos. Foto: Marta Cavalcanti

Bar do Edmundo – Espetinho Crocobeach: Espetinho de camarão com queijo coalho, abacaxi e pimenta biquinho.

Preço: R$ 25,90.
Avenida Erasto Gaertner, 1764 – Bacacheri
Contato: (41) 3257-2407

Bar do Edmundo. Foto: Marta Cavalcanti

Bar Giraldi – Caldo de Piranha: Caldo feito com o peixe piranha, temperos, tomate, cebola, pimentão e ervas.

Preço: R$ 18,00.
Rua Schiller, 200 – Cristo Rei
Contato: (41) 3503-7339

Bar Giraldi. Foto: Marta Cavalcanti

Boa Viajem – Torresmo de Verdade: Barriga de porco frita, limão, salsinha e cebolinha.

Preço: R$ 21,50
Rua Professor Dário Veloso, 281 – Vila Izabel.
Contato: (41) 3016-9993

Boa Viajem. Foto: Marta Cavalcanti

Cabana Bar & Petiscaria – Kafta de Frango: 4 kaftas de frango. Acompanha alho assado, maionese e pimenta.

Preço: R$ 25,90
Av. Marechal Humberto de Alencar Castelo Branco, 655 – Cristo Rei
Contato: (41) 3153-0935

Cabana Bar&Petiscaria. Foto: Marta Cavalcanti

Casa do Jão – Jão Divino: Bolinho de aipim com pernil suíno, recheado com queijo provolone. Acompanha “Trio Divino”: molho de pimenta, maionese da casa e molho de ervas.

Preço: R$ 21,90
Av. Três Marias, 287 – São Braz.
Contato: (41) 3148 0188

Casa do Jão. Foto: Marta Cavalcanti

Casa Velha – O Acarajé de Falafel: Bolinho de grão de bico e especiarias frito e recheado com camarão seco defumado, vinagrete especial, tahine e caruru.

Preço: R$ 16,90
Rua Mateus Leme, 5981 – Abranches
Contato: (41) 3354-4050

Casa Velha. Foto: Marta Cavalcanti

Dom Rodrigo – Sole D´Italia: Disco de lombo especial chapeado, coberto com rúcula, vinagrete, molho de gorgonzola e queijos mussarela e parmesão. Acompanha barquetes de pasta de berinjela.

Preço: R$ 25,90

Avenida Toaldo Túlio, 2275 – Santa Felicidade
Contato: (41) 99138-6566.

Dom Rodrigo. Foto: Marta Cavalcanti

Jacobina – Camarão Folgado: Camarão empanado em farinha crocante mergulhado em recheio de geleia de pimenta e requeijão servidos em uma cama de crostini de parmesão.

Preço: R$ 25,90
Rua Almirante Tamandaré, 1365 – Juvevê
Contato: (41) 3016-6111

Jacobina. Foto: Marta Cavalcanti

Paraguassu – Mini Espetos: Espetos de miolo de alcatra com bacon, cebola e tomate empanados e fritos. Acompanha aioli verde.

Preço: R$ 24,90
Rua Machado de Assis, 525 – Juvevê
Contato: (41) 3029-1020

Paraguassu. Foto: Marta Cavalcanti

PickNick Bar – Panelinha Italiana: Carne temperada com especiarias do chefe, cozida em panela de pressão com bacon e molho suculento, finalizada com cebolinha vede, parmesão e uma pimenta biquinho.
Preço: R$ 20,90
Av. Manoel Ribas, 5966 – Santa Felicidade
Contato: (41) 3273-4279

Pick Nick Bar. Foto: Marta Cavalcanti

Schnaps – Bomdepetiscar: Cesta comestível com costela de boi, enrolado de queijo com tomate e manjericão a milanesa e enrolado de goiabada e queijo.

Preço: R$ 25,90
Rua André Zaneti, 129 – Vista Alegre
Contato: (41) 3408-2027

Schnaps. Foto: Marta Cavalcanti

Tatu Bar – Big Cheff do Tatu: Bolinhos de costela acompanhados de anéis de cebola, palitos de mussarela e calabresa.
Preço: R$ 22,90
Rua Parintins, 601 – Vila Izabel
Contato: (41) 3319-6271

Tatu Bar. Foto: Marta Cavalcanti

Tertúlia Bar – Parabéns Pra Você: Canudinhos recheados com maionese caseira e feijão fradinho com atum.

Preço: R$ 22,00
Av. Pres. Getulio Vargas, 871 – Rebouças,
Contato: (41) 3121-2558

Tertúlia. Foto: Marta Cavalcanti

Vallentina – Contra: Tiras de contrafilé a base de alho, sal e pimenta, levemente fritas com pétalas de cebola, gomos de tomate e cogumelos paris fatiados “in natura”. Composta com molho shoyu tradicional. Acompanha farofa com açafrão, bacon e pão especial.
Preço: R$ 24,00
Rua Almirante Gonçalves, 2848 – Rebouças
Contato: (41) 3092-3353

Vallentina. Foto: Marta Cavalcanti

Zezito’s – NBO – Novo Bafo de Onça: Pão Australiano, carne bovina crua temperada e salada (cebola roxa, tomate, pepino e bacon).
Preço: R$ 19,90
Rua Dom Pedro I, 345 – Água Verde
Contato: (41) 3014-0828

Zezito’s. Foto: Marta Cavalcanti

Serviço

Comida di Buteco Curitiba
De 13/04 a 06/05
www.comidadibuteco.com.br

Leia Mais:

Conheça o guia O Que Tem pra Hoje?
Roteiro gastronômico na Rua Mateus Leme, por André Bezerra

rodape_andre

André Bezerra é amante da gastronomia boêmia e “garimpeiro” de experiências que surpreendem o paladar. Fundador da Monstro Animal – produtora de eventos – e escritor por hobby. Siga no Instagram: @andrbezerra

Artigo de: André Bezerra

COMPARTILHE ESTA MATÉRIA
AVALIAÇÕES
(29)
  • Excelente
    19
  • Muito bom
    1
  • Normal
    3
  • Ruim
    2
  • Horrível
    4
DÊ SUA NOTA: