ENTRAR Bem-vindo! Faça login para ter
uma experiência completa.

Dicas de restaurantes na África do Sul, por Paola Carrijo

28 de maio de 2018

(75)
Paola Carrijo visitou o país e dá dicas de comidas leves e saudáveis

Recentemente me aventurei pela África do Sul. Era um destino de viagem que queria fazer há anos. Encontrei uma passagem promocional na internet e comecei a montar o roteiro. Confesso que não fazia muita questão de me jogar num tradicional safári no Kruger Park e, portanto, fugi um pouco disso. Passei a ler blogs de viagem e, quanto mais informação absorvia, mais inconformada ficava com minha relutância inicial de ir para lá.

Enfim, depois de muito quebrar a cabeça, pois as opções de cidades e locais encantadores são diversas, estabeleci meu itinerário.

A primeira parada foi a Cidade do Cabo, onde chegava o voo internacional. Dormimos apenas uma noite e conhecemos alguns pontos turísticos, a exemplo da Long Street e do bairro malaio (e bem colorido) Bo-Kaap.

De lá, alugamos um carro e fui até Addo, uma cidade bem pequena, mas onde tem um conhecido parque de elefantes (e outros bichanos) que dá um gostinho da experiência de safári. Uma noite no local é o suficiente, pois a cidade em si não tem atrativos e se resume à visita ao parque.

Depois, seguimos pela Garden Route até Knysna, uma das principais cidades nessa rota. Fizemos uma parada em Jeffrey´s Bay, cidade dos surfistas, mundialmente conhecida por suas ondas gigantes. Em Knysna, o visual é lindo (pena que o tempo não colaborou muito) e a cidade estava bem vazia, mas acredito que tenha sido a época do ano.

Após duas noites lá, seguimos para a região das vinícolas e nos hospedamos em Stellenbosch. Aí começou o ponto alto da viagem! Como não se apaixonar por um lugar com degustação de vinhos ótimos a preço de banana?Infelizmente pernoitamos apenas uma noite lá, mas se você é fã de vinhos, vale a pena ficar mais tempo! Nossa próxima e última parada foi a Cidade do Cabo, de onde voltaríamos para o Brasil. QUE C-I-D-A-D-E! Visual de tirar o fôlego, atrativos para todos os gostos, praias paradisíacas e povo receptivo!

Bom, mas o foco desse texto, além de despertar sua vontade de embarcar para a África do Sul, é falar sobre a COMIDA! Aqueles que me conhecem, sabem o quanto eu prezo por alimentação saudável, inclusive quando estou viajando! E por lá não foi nenhum pouco difícil comer coisas do bem e muito, mas muito boas mesmo! Qualquer salada que eu pedia, eles davam um jeito de deixá-la incrível e diferenciada. Como não sou boba, também provei coisas não tão saudáveis assim e que ficaram marcadas na minha memória! Vamos lá? Prepara o papel para anotar e um lencinho, porque você vai salivar:

River Front Estate – Addo

Um restaurante pitoresco que serve várias carnes de caça. Todos os legumes e verduras são orgânicos e colhidos da própria horta. Comi uma carna de avestruz com legumes e, é claro, um Pinotage (uva característica de lá) para acompanhar! Nunca tinha comido carne de avestruz e achei maravilhosa! Não costumo comer muito carne vermelha, mas o gosto é bem similar. Detalhe que a carne de avestruz é muito mais saudável que a bovina e de digestão mais leve!
Potgieter Cres, Addo, 6105, África do Sul
+27 72 488 1468
Todos os dias, das 8h às 19h

O Pescador – Knysna

Uma das opções de restaurante que fica no píer da cidade. Assisti ao por do sol mais lindo da minha vida e, de quebra, comi uma pescada com molho de tomate caseiro que estava ótima!

Waterfront Dr, Knysna, 6571
+27 44 382 3476
Todos os dias, das 11h às 22h

Delaire Graff Estate  – Stellenbosch

Essa é uma das principais (e melhores) vinícolas da região. Nós jantamos no restaurante Indochine (comida mais asiática), mas há a opção do restaurante tradicional. Foi o nosso jantar mais caro, até porque estávamos comemorando uma ocasião especial. Considerando a qualidade da comida (pedimos uma entrada, prato principal e ainda veio outra entrada e sobremesa de cortesia) e os dois vinhos que tomamos, o custo foi excelente para duas pessoas. Comemos peixe e frutos do mar e cada detalhe, tempero e sabor saltavam na boca! A sobremesa era SURREAL! Um lugar daqueles que vale a pena conhecer. Não deixe de reservar com antecedência.

Helshoogte Rd, Stellenbosch
+27 21 885 8160

Belthazar  Cidade do Cabo

Na região do Waterfront – minha preferida, por sinal – há várias opções de restaurantes, barzinhos e até feiras de comida. Um dos que mais gostei foi o Belthazar que também servia carne de caça. Estava quase pedindo carne de crocodilo, quando, ao questionar o garçom, ele me convenceu a pedir a carne de avestruz. Como já havia me apaixonado uma vez, resolvi repetir. E não me arrependi! Surrealmente suculenta e com um molho de vinho maravilhoso!

Victoria Wharf, V&A Waterfront, Shop No. 153, Cidade do Cabo, 8002
+27 21 421 3753
Todos os dias, de 12h às 23h30

Parangas – Cidade do Cabo

Na praia de Camp’s Bay, jantamos no restaurante Parangas. O custo é um pouco mais caro que as demais regiões que até então tínhamos ido, mas nada de exorbitante. Pedi um kingklip (peixe branco que tem por lá) com legumes e meu noivo carne de avestruz (ele se arrependeu infinitamente de ter deixado para experimentar na última noite). A comida estava ótima, mas o melhor desse restaurante é o fato de ele ficar ao lado de uma sorveteria e nela você não pode deixar de ir!
Victoria Rd, Camps Bay, Cape Town, 8040
+27 21 438 0404
Segunda, das 11h às 23h
Terça a domingo, das 9h às 23h

Seguem mais alguns highlights que não podem passar batido:

Gelato Mania

Só vá! Peça uma bola de salted caramel e outra de cookies! Eu, que sou saudável, comi dois duplos e saí de lá bem feliz e querendo mais hahaha!

65 Main Rd, Green Point, Cidade do Cabo, 8051
+27 73 201 8650
Todos os dias, das 10h30 às 22h30

Mugg & Bean

Lugar descolado para tomar café da manhã. Pedia uma omelete com cogumelos e jalapeño.

Shop U35, Sandton City, Cnr Rivonia & Sandton Dr, Sandton, 2196
+27 11 883 4913
Segunda a sexta, das 7h às 22h
Sábado, das 7h às 23h
Domingo, das 8h às 21h

Food Market em Waterfront 

Se você quiser opções mais baratas, tem uma feira de comida bem atrativa no Waterfront. Comi uma wrap de frango ao curry com feta (eles comem bastante queijo feta lá) do Vagabond Kitchens. MARAVILHOSO!

Por fim, e isso foi dica de algum blog de viagem que li, não deixe de provar uma sobremesa que se chama MALVA PUDDING. Sabe o petit gateau? Então, ele é melhor! Quentinho, macio e com um creme de baunilha. Não tem em todos os lugares! Provei no restaurante 34 South, em Knysna.

Espero que tenham gostado das dicas e, confia em mim, esse destino vale MUITO a pena! Compra a passagem, prepara a mala, o passaporte e o estômago e se joga! Boa viagem =)

Leia mais:

Restaurantes estrelados para explorar em Berlim
Experiência gastronômica no México

Paola Carrijo é assessora jurídica e apaixonada por corrida, viagens e alimentação saudável. Imprevisivelmente, como todo bom geminiano, ao final de 2016, deixou de lado os estudos para a Magistratura para se arriscar nas mídias sociais. Hoje alia seu trabalho no Ministério Público a uma rotina frenética! Siga no Instagram @paolacarrijo

Artigo de: Paola Carrijo

COMPARTILHE ESTA MATÉRIA
AVALIAÇÕES
(75)
  • Excelente
    46
  • Muito bom
    11
  • Normal
    6
  • Ruim
    6
  • Horrível
    6
DÊ SUA NOTA:
COMENTÁRIOS
  • Adorei as dicas. Vou para lá em julho e tenho uma instagram em que relato minhas experiencias de viajar com minha filha pequena.
    Tudo anotado.Segue meu insta: @parentalizando

  • Dá para perceber que vc pesquisou cada detalhe da viagem previamente! Confesso que nunca fiz uma viagem assim, “estudada” e seus textos sobre viagens, seja aqui ou no Instagram, me despertaram para um novo “modus operandi” no conceito de viajar!

  • Adorei!!Otimas sugestões.

  • Ameiii

  • Perfeito!!! Comida de verdade!

  • Parabéns. Excelente reportagem!

  • Excelente artigo. Objetivo e instrutivo. Valeu!!!