ENTRAR Bem-vindo! Faça login para ter
uma experiência completa.

Faca, a melhor amiga do homem

8 de abril de 2017

(8)
Ronaldo Cruz conta sobre a admiração pelas lâminas e suas particularidades

Numa manhã  qualquer, após levantar da cama, decido degustar uma fruta maravilhosa que está na fruteira sobre a mesa. Pego meu presente, uma nova e linda faca para minha coleção, e descasco a fruta. Mais tarde, minha filha pede para que eu a ajude a abrir a embalagem de um de seus presentes, e lá vou eu fazer uso do meu velho canivete suíço de guerra. À noite, observando minha esposa que prepara um jantar especial, percebo quantas vezes e de quantas maneiras diferentes ela utiliza a faca de cozinha. Naquele momento, concluo o óbvio: a importância e a profunda intimidade da Cutelaria e, em especial, das facas em nossas vidas. Que parceria fantástica e afiada!

Cutelaria é a arte de fabricar ou vender ferramentas ou instrumentos de ferro, como cutelos, navalhas, foices, facas e lâminas em geral. As facas são o que de mais elaborado existe na cutelaria contemporânea, mas desde a pré-história os homens já fabricavam e usavam estes instrumentos, porém fabricados com outros materiais que não o ferro.

Cutelaria é a arte de fabricar ou vender ferramentas ou instrumentos de ferro, como cutelos, navalhas, foices, facas e lâminas em geral.

Ao longo do desenvolvimento humano, também suas ferramentas foram evoluindo conforme as necessidades. Ampliaram-se significativamente os modelos e a diversidade das facas, em formas e materiais diversos, tais como aço carbono, inox, ou cerâmica, dentre outros.

Mas, talvez mais do que o desenvolvimento material das lâminas, o que se intensificou foi o nível de importância que lhes atribuímos e a forma com que nos relacionamos com elas, fomentando inúmeros e variados sentimentos: objeto de desejo colecionável, vaidade, ostentação, ultimo recurso de defesa, vantagens financeiras, perpetuação existencial e, por vezes, ligações espirituais ou religiosas. E, como pensar a Gastronomia sem pensar em facas? Todo o cozinheiro ou cozinheira, profissional ou não, tem suas lâminas e quase sempre aquela que é especial, de confiança, com que sempre pode contar. Cuida, guarda e por vezes até fala com ela com carinho, respeito e admiração. Assim agem todos os aficionados. É uma grande amiga, quem sabe a melhor.

Todo o cozinheiro ou cozinheira, profissional ou não, tem suas lâminas e quase sempre aquela que é especial, de confiança, com que sempre pode contar. Cuida, guarda e por vezes até fala com ela com carinho, respeito e admiração. Assim agem todos os aficionados. É uma grande amiga, quem sabe a melhor.

Atualmente, a Cutelaria está tão difundida que existem, além da tradicional indústria comercial, com suas marcas consagradas, inúmeras opções de marcas e modelos artesanais, de excelente qualidade. Há também feiras, salões de exposição e confrarias, onde as lâminas são tratadas com enorme interesse e profundidade. Neste momento, alguém pelo mundo deve estar conversando e debatendo assuntos relacionados a cutelaria. No Brasil, podemos destacar alguns estados que são referências no universo das lâminas, como Rio Grande do Sul, Paraná, Distrito Federal, Minas Gerais e São Paulo, além das tradicionais adagas nordestinas. Quanto mais conhecemos mais admiramos as lâminas, suas particularidades e individualidades.

Esta é apenas uma primeira abordagem ao tema. Oportunamente, falaremos de aspectos mais específicos como afiação, modelos e histórias interessantes da interação entre homens e suas lâminas amigas.

Ronaldo Cruz, Consultor Empresarial, Coordenador Universitário um apaixonado por Gastronomia e Cutelaria.

Leia mais:

Gastronomia, hum…ma delícia de negócio
“Nossa casa fora de casa”, onde somos o que queremos ser

Artigo de: Ronaldo Cruz

COMPARTILHE ESTA MATÉRIA
AVALIAÇÕES
(8)
  • Excelente
    5
  • Muito bom
    2
  • Normal
    1
  • Ruim
    0
  • Horrível
    0
DÊ SUA NOTA: