ENTRAR Bem-vindo! Faça login para ter
uma experiência completa.

Dicas para não errar o ponto do macarrão

18 de outubro de 2018

(0)
No Dia do Macarrão, a Paganini nos deu umas dicas preciosas para acertar na hora de fazer a massa

Macarrão, o herói das cozinhas vazias, dos baladeiros famintos da madrugada, dos chefs renomados, dos aspirantes a cozinheiros, dos vegetarianos quando vão em restaurantes com os amigos que comem carne, mas que sabem que poderão sempre contar com o macarrão ao sugo. Como não valorizar uma existência tão relevante na vida de cada pessoa que já pisou e vai pisar neste planete que chamamos de Terra? O macarrão merecia ser honrado, por isso foi criado o Dia do Macarrão, que é hoje, 25 de outubro.

Para relembrar a importância desse prato, conversamos com um especialista no assunto: a Paganini, marca trazida ao Brasil pelas importadoras Porto a Porto e Casa Flora. Na Paganini, são mais de 30 cortes de macarrão produzidos no sudeste da Itália, na região da Puglia, e elaborados com sêmola 100% grano duro, que reproduz a textura al dente. Além de reduzir o tempo de cozimento e produzir uma massa mais elástica, que não se rompe na panela, o grano duro também faz o macarrão ter maior valor nutritivo.

As sêmolas de grano duro são amarelas, com bastante conteúdo proteico e glúten de qualidade, tenaz e elástico. Elas são obtidas na parte central da espiga, a mais nobre. Outro diferencial da Paganini é o processo de secagem ao qual as massas são submetidas: ele é feito de forma extremamente delicada, em temperatura média, para que as características nutricionais e organolépticas não se alterem. Desta forma, a massa cozinha de forma proporcional, sem ficar mole demais por fora e muito dura por dentro.

Entre os tipos de massas Paganini disponíveis no Brasil estão as tradicionais, as com ovos; as integrais, elaboradas a partir de uma criteriosa seleção de matérias-primas originárias da agricultura biológica; as sem glúten, nos cortes Spaghetti e Fusilli; e as Bambini, nos formatos bichinhos, letrinhas e temas espaciais.

Mas se liga em algumas dicas para fazer um macarrão perfeito:

  • Para ter uma massa soltinha cozinhe com um grande volume de água: para 500 gramas de massa, 5 litros de água.
  • Não use óleo na água, pois isso deixa a massa lisa e fica mais difícil de absorver o molho.
  • Para ferver a massa deixe a água tão salgada quanto a do mar, assim ela ficará muito mais saborosa.
  • Preferencialmente, utilize sal grosso: para 5 litros de água, 1 colher de sopa de sal grosso.

Leia mais:

Batel Grill: a churrascaria que elevou o patamar das casas de carne curitibanas
Conheça a história do Restaurante Anarco, no Mercado Municipal
Receita secreta do espaguete com camarão La Pasta Gialla
Risoto do Au-au é um dos mais queridos de Curitiba

COMPARTILHE ESTA MATÉRIA
AVALIAÇÕES
(0)
  • Excelente
    0
  • Muito bom
    0
  • Normal
    0
  • Ruim
    0
  • Horrível
    0
DÊ SUA NOTA: