ENTRAR Bem-vindo! Faça login para ter
uma experiência completa.

Dicas para uma mesa de Instagram!

24 de junho de 2016

(4)
Prepare-se: você está prestes a se tornar um perfeito anfitrião

Você é do tipo que não faz festa em casa para não passar vergonha? Não tem nem ideia de como preparar uma mesa bem lindinha? Não se preocupe mais. Com as superdicas da food stylist Ana Spengler, os acessórios certos e ingredientes bem escolhidos, você pode se tornar um perfeito anfitrião, com direito a fotos no Instagram e sucesso de comentários. Depois é só caprichar na trilha sonora, convidar aquela gentarada bacana e correr pro abraço.

Quais são os itens básicos que todo mundo deve ter em casa para garantir uma mesa bem posta?

Pra começar, um jogo de jantar completo. Não precisa ser de luxo. O branco liso é sempre a melhor opção, porque combina com qualquer preparo. O mesmo vale para os talheres – quanto mais discretos, melhor (e de preferência não use aqueles com cabo de plástico). Guardanapos de pano são um ótimo investimento. Existem guardanapos de papel muito bons e bonitos, mas o efeito que os de pano criam é insuperável. Para a montagem dos pratos, todo tipo de utensílios: aros de metal para moldar, bisnagas para desenhar com o molho, pinça para posicionar o alimento no prato, e por aí vai. À medida que você vai experimentando novas montagens vai descobrindo também novas utilidades para aquelas bugigangas na gaveta da cozinha. Tem um que eu não dispenso, que é o zester (aquele raspador para casca de limão e laranja que faz tirinhas).

Que alimentos ou ingredientes deixam a produção do prato mais encantadora?

Existem ingredientes que já são “bonitos por natureza”, como aspargos, cogumelos, fios e morangos. A presença deles já causa um impacto visual positivo. Ah, e ervas frescas, sempre! Os supermercados vendem vasinhos com mudas que têm uma durabilidade bem maior do que aquelas bandejinhas. Manjericão, tomilho, alecrim, hortelã e ciboulette são ótimas opções para o toque final e demonstram todo o cuidado e carinho. Mesmo aquele chato que “odeia” manjericão fica encantado com o raminho no topo de um risoto. Mais uma dica: use pratos grandes – nada pior do que um prato apertado. Fica feio (já basta como argumento, não?) e deixa pedacinhos  inconvenientes querendo pular da borda a todo custo. Se precisar cortar, então, é um desastre

Quais são as maiores gafes que as pessoas cometem na hora de produzir um jantar?

A gafe mais comum é querer apresentar “tudojuntoaomesmotempo”! Seja no prato, misturando mil ingredientes, ou na mesa, quando logo se vê que o anfitrião quer mostrar o que tem nos armários! O resultado é uma mesa poluída, com excesso de informação, onde o prato some e nada se destaca. Uma toalha discreta, flores naturais e (poucas) peças bem escolhidas sempre fazem bonito. Outra gafe: exagerar no volume da trilha sonora do jantar. A apreciação dos aromas e sabores é inibida pelos decibéis a mais, e se o seu gosto musical não se afiar com o dos convidados, fica pior ainda. O melhor é colocar música instrumental, seja clássica ou popular (eu gosto muito de colocar jazz, é chique e ao mesmo tempo o clima fica descontraído). Aquele jantar romântico só com luz de velas também não dá bons resultados: ou fica muito escuro (comer no escuro não é legal!) ou o cheiro das velas acaba interferindo na apreciação da comida. E se a vela estiver no centro da mesa, vai fazer sombra no prato e nos rostos. Para cortar este efeito negativo, use uma luminária ou abajur para criar uma meia-luz e use só duas velas, uma de cada lado da mesa. Ou deixe as velas para o depois… Os convidados também precisam ter interesses em comum, para que a conversa flua naturalmente, e não devem ser surpreendidos por uma comida sofisticada demais ou simplória demais.

Uma toalha discreta, flores naturais e (poucas) peças bem escolhidas sempre fazem bonito.

Alguma dica para disfarçar comida pronta?

Comida pronta não me convence! Mas… um bom parmesão ralado na hora melhora bastante qualquer lasanha! E se você dividir as porções, servi-las num prato bacana e decorar com um raminho de tomilho já dá outro clima. Porém, se a questão é a praticidade, então o melhor são os produtos pré-preparados. Um medalhão de salmão congelado, por exemplo, pode fazer bonito naquele jantar de última hora: é só abrir a embalagem, temperar e colocar no azeite quente – fica pronto em minutos! Aí você pega um pacote de batata baroa cozida no vapor, desses embalados a vácuo, bate no processador e faz um purê… Sabendo escolher e combinar, você pode preparar pratos refinados como os da alta gastronomia em apenas 20 minutos!

DSC_3813

Como surpreender seus seguidores do Instagram:

Escolha o prato mais apetitoso e capte um detalhe. Experimente fotografar da borda do prato, não de cima – tudo parece maior e com mais textura.

No jantar romântico:

Faça pratos leves e delicados. Não há romance que sobreviva a um banquete!

O chefe:

Aqui vale investir em um ingrediente sofisticado. Não precisa ser um jantar milionário, mas um ingrediente de destaque mostra que você quer servir o que há de melhor.

Os amigos:

Comidinhas descomplicadas e um serviço sem formalidades. Pode ser um hambúrguer feito em casa, coxinhas daquela padaria tradicional, bruschettas feitas com o que tem na geladeira… O que não pode é abrir mão da qualidade!

Ana Spengler é food stylist, formou-se em gastronomia pela UNIVALE, trabalhou no Famiglia Fadanelli, foi professora do SENAC, trabalha com eventos particulares, corporativos e promocionais, mas o foco principal do seu trabalho são os jantares harmonizados. Participa de oito confrarias culinárias
COMPARTILHE ESTA MATÉRIA
AVALIAÇÕES
(4)
  • Excelente
    4
  • Muito bom
    0
  • Normal
    0
  • Ruim
    0
  • Horrível
    0
DÊ SUA NOTA: