ENTRAR Bem-vindo! Faça login para ter
uma experiência completa.

Chefs badalados e suas impressões sobre Curitiba

10 de maio de 2016

(0)
Confira a entrevista com os chefs convidados pelo Gastronomix: Hajime Kasuga, André Generoso, Erick Jacquin, Zé Maria e Fred Trindade

Já faz alguns anos que Curitiba, a exemplo de várias cidades do mundo, entrou nessa onda de quermesse da alta gastronomia. As feiras gastronômicas Empório Soho, a do Alto Juvevê e o Gastronomix atraem um público que gosta de comer bem. O charme dos eventos fica por conta das barraquinhas montadas ao ar livre, do clima casual e, claro, das delícias preparadas na hora a preços bem convidativos. E a Tutano, que adora tudo que envolve Curitiba, comida boa e viagens, aproveitou a visita de grandes chefs do Brasil (e do mundo!) para saber o que eles acharam da nossa cidade.

im3

Fred Trindade

Chef do restaurante Trindade, em Belo Horizonte, Minas Gerais.
Especialidade: culinária mineira contemporânea.

Quantas vezes já esteve em Curitiba?

Quatro vezes.

O que achou dos curitibanos?

Acho bastante sociáveis, estudiosos e arrojados

Visitou algum restaurante? Qual? O que achou?

Sim, o Dursky, o Madero e o Mangiare Felice e gostaria de ter ido no Manu. Gostei bastante do conceito do Madero e da preocupação com produto e produtor.

Experimentou a comida de chefs curitibanos no Gastronomix? Qual deles mais te impressionou?

O sanduíche da Manu Buffara. Sensacional!

Conhece algum prato típico paranaense?

Comi o barreado em Morretes.

Se tivesse que escolher apenas um lugar na cidade para comer, qual seria?

O Madero.

img7

Hajime Kasuga

Chef do restaurante Hanzo, em Lima, no Peru.
Especialidade: fusão entre as cozinhas japonesa e peruana.

Esta foi a sua primeira vez em Curitiba?

Es la primera vez que vengo a Curitiba y quisiera volver.

O que achou dos curitibanos?

Me decian que son frios pero al contrario me parecen muy sociables y simpáticos. Se acercaban a darme la bienvenida y a tomarse foto conmigo, eso me alegró mucho.

Você visitou algum restaurante?

No he tenido tiempo lamentablemente, pero nos invitaron un “churrasco de iglesia” en casa de uno de los amigos de Celso Freire que estuvo buenísimo.

Você experimentou algum prato do Gastronomix?

No llegué a probar todos porque estaban muy ocupados, pero si de los que estabamos de vecinos pudimos intercambiar platos como Cassoulet de Salmão crú marinado de Erick Jacquin que estuvo muy bueno e Pipoca “Bafo de Dragão” de Fabio Mattos, muy divertido y rico el postre

Você conhece algum prato típico do Paraná?

No hubo tiempo de salir pero igual creo que me quedaria con el churrasco de iglesia.

Se tivesse que escolher um lugar para comer em Curitiba, onde seria?

Gastronomix.

img5André Generoso

Chef do restaurante Divina Gula, de Maceió, Alagoas.
Especialidade: comida brasileira com ênfase na mineira.

Quantas vezes você já esteve em Curitiba?

Já estive seis vezes.

Concorda com a fama de pouco sociáveis dos curitibanos?

Não na totalidade, mas senti muita preocupação do próprio pessoal de Curitiba em afirmar que conhecer alguém na cidade é muito importante. Tenho grandes amigos em Curitiba.

Visitou algum restaurante? Qual? O que achou?

Fui no Zea Maïs e achei charmoso, jovem e com boa gastronomia. Já fui em restaurantes tradicionais como Alvorada, Madalosso e Bar do Alemão. A Cantina do Délio é fantástica, verdadeiramente italiana, simples, gostosa e com preço justo.

Experimentou a comida de chefs curitibanos no Gastronomix? Qual deles mais te impressionou? 

Não tive tempo, só trabalhei. Comi a pipoca no nitrogênio e a torta de banana do Délio.

Conhece algum prato típico paranaense? O que acha?

Barreado. Muito bom, ainda mais se preparado por Celso Freire. Experimentei também vários embutidos com ótima qualidade.

Se tivesse que escolher apenas um lugar na cidade para comer, qual seria?

Um só é pouco: Cantina do Délio, Alvorada e o antigo Boulevard.

img6Erick Jacquin

Chef do La Brasserie, na capital paulista.
Especialidade: culinária francesa.

Quantas vezes já esteve em Curitiba?

Várias vezes. Já fiz jantar no Business Club e dei uma consultoria para o restaurante C’est La Vie, do meu amigo Raphael Zanetti.

O que acha dos curitibanos?

Todo mundo fala que Curitiba é uma cidade-teste. Não acho isso um defeito, não esqueça que sou francês. Ser exigente não é um defeito.

Visitou algum restaurante? Qual? O que achou?

O Bar do Victor, a padaria do Marcolini, o restaurante Terra Madre e o C’est La Vie. Eu conheço também o Le Vin Bistro. E um dos maiores restaurantes do mundo, o Madalosso. Não sou crítico para falar dos outros. Todo mundo me recebeu muito bem e comi muito bem.

Experimentou a comida de chefs curitibanos no Gastronomix? Qual deles mais te impressionou?

Eu não sei se no Gastronomix os chefs fazem as comidas deles, porque é muita gente e muita refeição no mesmo dia. Mas, com as condições de trabalho e número de pessoas, todo mundo trabalhou muito bem

Conhece algum prato típico paranaense?

Não conheço bem, mas adoro comida de panela de barro.

Se tivesse que escolher apenas um lugar na cidade para comer, qual seria?

Por favor, não me faça essa pergunta, tenho muitos amigos em Curitiba.

im2Zé Maria

Chef da Pousada Zé Maria, em Fernando de Noronha, Pernambuco.
Especialidade: comida nordestina e frutos do mar.

Quantas vezes já esteve em Curitiba?

Umas seis vezes, porém, sempre muito rápido, dois ou três dias.

Concorda com a fama de frios e antipáticos dos curitibanos?

Quem pensa assim não conhece os curitibanos. Eles apenas são mais profissionais e introverti dos. Penso que é devido ao frio e à cultura europeia. Tenho dois sócios curitibanos e muitos amigos (irmãos) por aí.

Visitou algum restaurante? O que achou?

O Zea Maïs. É demais!

Experimentou a comida de chefs curitibanos no Gastronomix? Qual deles mais te impressionou?

A sardinha com pão e cebola da chef Adriana Nadai. Adorei!

Conhece algum prato típico paranaense?

Gosto muito de pinhão.

Se tivesse que escolher apenas um lugar na cidade para comer, qual seria?

Sem dúvida alguma, a residência do meu amigo e irmão Celso Freire, que faz uma verdadeira Festa de Babete para convidados e amigos.

Matéria publicada na Revista Tutano em maio de 2013.
COMPARTILHE ESTA MATÉRIA
AVALIAÇÕES
(0)
  • Excelente
    0
  • Muito bom
    0
  • Normal
    0
  • Ruim
    0
  • Horrível
    0
DÊ SUA NOTA: