Espetinhos Daniel & Xixo, por André Bezerra

0
550
Espetinhos Daniel & Xixo. Foto: André Bezerra

Tudo começou há 15 anos. Um cliente do “Xixo” encomendou um carrinho adaptado para assar espetinhos e, na hora de comprar, desistiu. O filho dele, Daniel, pediu para assumir. Ele pagaria ao pai com a renda dos espetinhos vendidos. Negócio fechado, passou a atender em uma esquina do Hugo Lange.

Ficava diante de um grande galpão do tio, que criava porcos e galinhas. Eis que o carrinho de espetinhos fez tanto sucesso que expulsou os animais do galpão para dar lugar onde hoje está uma das Casas mais tradicionais de Curitiba, o Espetinhos Daniel & Xixo, popularmente conhecido como Espetinho do Xixo. Hoje o Daniel comanda a enorme churrasqueira, e o Xixo enxuga a louça, atende o salão, recebe as pessoas na entrada.

xixo_231116-13

“Guri, se você falar bem da minha Casa, te dou uma gorjeta.”

Cheguei de bicicleta em um final de tarde e ele estava baixando a porta do imóvel vizinho, onde vende carne assada. Ao me reconhecer, de outros eventos, disparou: “Guri, se você falar bem da minha Casa, te dou uma gorjeta”. Diante da minha constrangida recusa – Xixo, por favor, não posso aceitar gorjeta, as pessoas estão olhando, o que vão pensar –, ele insistiu: “Entre, guri, hoje você vai comer tudo o que quiser e não vai pagar nada”. Mas Xixo, a Tutano é um portal sério, eu tenho dinheiro reservado para a conta. Não adiantou. Em três minutos, minha mesa estava repleta de todos os sabores de espetinhos que a Casa oferece – comida suficiente para alimentar 15 pessoas – pão de alho, farofa e um dos mais incríveis molhos vinagrete de Curitiba.

xixo_231116-18

O banquete

Enquanto eu me fartava do apetitoso banquete, deixava ele falar, do outro lado da minha mesa: “Coma a kafta junto com o pão de alho. Nada aqui leva pimenta. O Curitibano é enojado e gosta de colocar sua própria pimenta, guri. E só servimos espetinho. O Daniel gosta de manter o foco. Não temos nem maionese. Carne assada, só na loja. Venha aí domingo e vou te dar um assado de presente. E você pode tomar cerveja à vontade, Heineken, Amstel, o que quiser”.

E só servimos espetinho. O Daniel gosta de manter o foco. Não temos nem maionese.

O segredo revelado

Xixo, como é o seu nome? “É Xixo, guri”. Ele não conta pra ninguém. Mas observei que tem um certificado emoldurado sobre uma das paredes que lê: “A Câmara Municipal de Curitiba agracia o Senhor Valdemar Lopes Izar (…) pelos relevantes serviços prestados ao Município de Curitiba”. Pois é. O Xixo é brimo. Tipo eu.

xixo_231116-6

Rua Dr. Goulin, 980, Hugo Lange
Reservas, pedidos ou para levar o Xixo até o seu evento: (41) 3263-4302 ou (41) 98405-2235
Quarta-feira a sábado, 16h às 23h

rodape_andre

André Bezerra é diretor da Monstro Animal, produtora de eventos.

 Leia mais:

3 endereços para comer espetinho em frente ao açougue
7 lugares para comer x-salada