ENTRAR Bem-vindo! Faça login para ter
uma experiência completa.

Geleia de morangos e sementes de baunilha

17 de março de 2016

(1)
Receita da chef Carolina Garofani, da Caramelodrama

Nostradamus foi visionário, médico e astrólogo. Há quem diga que ele previu a Revolução Francesa, a ascensão de Hitler, a ditadura de Saddam Hussein… Ok, seu dom profético não é nenhuma novidade. O que talvez você não saiba (eu, pelo menos, não fazia ideia) é que ele foi mestre na arte de fazer geleias. Tudo começou quando o barbudo resolveu aprofundar seus conhecimentos em alquimia vegetal, descobrindo, em Milão, um boticário que o iniciou na arte das compotas e geleias curativas. Em 1552, publicou o resultado de suas pesquisas com o título de “Traité des Fardements et des Confiures”. Sua receita mais famosa foi a geleia de marmelo! Mas, para adoçar este portal, nossa receita – gentilmente cedida pela confeiteira da Caramelodrama – tem gosto de casa de vó: geleia de morango! Só que com um mimo a mais: baunilha natural para surpreender o paladar. Faça a geleia e preveja muitos elogios!

Geleia de morangos e sementes de baunilha

Ingredientes:

  • 450 g de morangos frescos sem cabinhos
  • 550 g de açúcar branco refiado
  • suco de 1 limão-siciliano
  • 1 fava de baunilha
  • panela de fundo grosso
  • várias colheres de sobremesa
  • vários pires brancos
  • 4 potes de vidro de 200 ml lavados, com tampa

Modo de preparo:

Lave os morangos e escorra. Coloque-os na panela e amasse levemente. Adicione o açúcar e o suco de limão e misture até fazer uma pasta homogênea. Abra a fava de baunilha com a ponta de uma faquinha, raspe as sementes do interior e adicione à mistura. Coloque os pires e as colherinhas no congelador, eles servem para apurar o ponto da geleia. Ligue o forno a 100 °C e coloque os potes de vidro dentro para esterilizar – eles devem estar muito quentes para receber a geleia ou correm o risco de estourar. Mexa a mistura com a colher de pau em fogo alto até que o açúcar derreta. Continue mexendo até ferver. Abaixe o fogo e continue mexendo. Se uma espuma esbranquiçada se formar, retire-a com uma escumadeira. Quando o vapor da geleia diminuir, comece a testar (apurar) o ponto. Tire uma colher e um pires do congelador, ponha um pouco da geleia no pires. Deixe esfriar – se ela estiver firme e brilhante, sem escorrer, está no ponto. Ela deve atingir 105 °C. Transfira para uma jarra. Com cuidado, retire os potes quentes do forno e encha cada um com a geleia até o gargalo. Usando luvas protetoras, feche cada pote e vire-os de cabeça para baixo.  Após duas horas, desvire os potes e coloque-os em uma panela profunda, cubra com água e ferva por 15 minutos. Retire e deixe esfriar. A geleia fechada tem validade de até 12 meses, e após aberta, 30 dias em geladeira.

Carolina Garofani é confeiteira formada na ALMA – Scuola Internazionale di Cucina Italiana, em Parma. É proprietária da Caramelodrama Confeitaria, está se preparando para abrir sua primeira loja e não resiste a nadafeito com caramelo e frutas! contato@caramelodrama.com

Prefere ver o passo a passo? Clique na receita de Geleia de morangos com semente de baunilha.

COMPARTILHE ESTA MATÉRIA
AVALIAÇÕES
(1)
  • Excelente
    1
  • Muito bom
    0
  • Normal
    0
  • Ruim
    0
  • Horrível
    0
DÊ SUA NOTA: