Kombucha: quem, quando, como?

0
1996
Kombumate. Foto: divulgação

Já faz um tempo considerável que a kombucha entrou para a vida da redação da Tutano. Algumas olham torto, outras preferem refri ou caldo de cana. Cada uma na sua. O fato é que não dá mais para dar as costas para essa bebida que está na boca do povo, literalmente.

Mas afinal, o que é Kombucha, Tutano? Calma, também estamos tentando entender essa tal de fonte de probióticos e decidimos esclarecer todas as dúvidas com o Eduardo Feniman, da associação Casa da Videira, que faz a Kombumate e entende muito de kombucha. Vem ler!

O que é Kombucha?

Kombucha é uma bebida originalmente feita com chá preto ou verde (folhas da planta Camelia Sinensis), fermentada por uma colônia simbiótica de bactérias e leveduras chamada SCOBY (sigla em inglês para symbiotic culture of bacteria and yeast). Hoje sabe-se que é possível utilizar outros chás para esta base, preferencialmente que contenham cafeína, por esta apresentar um papel importante na manutenção da colônia.

Comunidade simbiótica de bactérias usada para fazer a kombucha.

Qual é a origem da bebida?

A versão mais aceita sugere que tenha surgido na China por volta do ano 200 a.C. Percebeu-se que havia nesta bebida ácida e agridoce propriedades benéficas à saúde, batizada como o chá da imortalidade. Por volta do ano 400 d.C. um médico chinês chamado Kombu teria levado esta bebida para o Japão para curar os problemas digestivos do imperador Inkyo. Daí teria surgido o nome Kombu-chá. Foi somente no início do século XX que a bebida se espalhou para a Europa e na segunda metade do século, para as Américas.

Quais são os benefícios?

A kombucha é uma bebida probiótica, ou seja, possui microrganismos vivos que conferem benefícios à saúde de quem os ingere, contribuindo para a regulação da flora intestinal e manutenção do sistema imunológico. Além disso, contém vários aminoácidos essenciais e ácidos orgânicos com ação desintoxicante e antioxidante.

Para nós, toda comida deve ajudar a nos manter saudáveis, pois ela possui em si os elementos essenciais à vida, além de proporcionar prazer e bem estar. A célebre frase de Ipócrates  “Que o alimento seja seu remédio, que o remédio seja seu alimento” diz respeito a isso. O processo de industrialização e o uso de agrotóxicos tem transformado o que comemos em potencializadores de doenças e não de saúde.

É  verdade que emagrece?

Muitos usuários têm relatado perda de peso associado com a ingestão de kombucha, mas os estudos já realizados não afirmam uma correlação direta deste efeito. Mas não é este o ponto. Kombucha não é remédio. Na nossa vida pessoal verificamos que a kombucha faz parte de todo um processo de modificação da nossa dieta, assim com vários de nosso amigos. Se comemos bem, com qualidade e não em quantidade, certamente nosso corpo ficará em forma. Não basta acrescentar algo saudável, é necessário, ao mesmo tempo, abandonar os maus hábitos alimentares.

O que uma Kombucha precisa para ser realmente boa?

Deve ser saborosa e refrescante. Produzimos uma bebida para compor a mesa da nossa família, substituto do que a indústria nos oferece: refrigerantes cheios que produtos químicos e sucos repletos de açúcar. Na Kombumate temos o sabor agradável das frutas, a complexidade da fermentação e da gaseificação natural, gerando consequentemente uma bebida saudável.

Qual é a diferença da Kombumate e onde encontrar em Curitiba?

Nos inspiramos na tradição milenar da kombucha para criar uma bebida com o sabor do Paraná. Utilizamos erva-mate e frutas locais, preferencialmente orgânicas, que fazem parte do paladar da nossa cultura, como o limão rosa presente em tantos quintais e o gengibre (que remete a gengibirra, popular em Curitiba). Quando nos perguntam se a Kombumate é uma bebida funcional respondemos que sim: funciona para matar sua sede, refrescar e dar prazer. Suas propriedades benéficas à saúde são consequências de uma produção feita com bons ingredientes, e não nosso foco. Produzimos a Kombumate para servir nossa mesa e a de nossos amigos.

Sobre a Casa da Videira

É uma associação que trabalha com a comida do dia a dia, com justiça, qualidade e uma mesa sempre aberta a receber amigos. Além da kombucha, são produzidos pães, massas, bolos artesanais e é feito um extenso trabalho com agricultura urbana. Aos sábados eles têm um evento chamado Mezón da Videira (uma brincadeira com o termo francês maison, tão usado na alta gastronomia), com uma grande mesa onde servem os produtos como uma desculpa para as pessoas se relacionarem num ambiente bem familiar.

Quem quiser experimentar a Kombumate, pode visitar a Casa da Videira aos sábados. Entre em contato pelo telefone ou Whatsapp: (41) 9 9527-6471 ou no e-mail kombumate@gmail.com.

Leia mais

O Locavorista, amor pelo que é daqui
Água de coco direto da fruta em Curitiba
Onde comer pães de fermentação natural em Curitiba
Restaurantes e dicas para virar vegetariano em 2019

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Enviar comentário
Seu nome