ENTRAR Bem-vindo! Faça login para ter
uma experiência completa.

Saiba como são produzidos os pratos da Boa Lembrança

29 de agosto de 2016

(8)
As peças são criadas há mais de 20 anos pelos mesmos artesãos

Quem conhece sabe que um Prato da Boa Lembrança é muito mais que um simples recipiente de louça. É ainda mais que uma excelente lembrança gastronômica. Junto com os traços delicados de cada arte, os pratos carregam histórias. E uma dessas histórias já dura mais de duas décadas, e teve início com os artesãos Henrique Lage e Olga.

Como tudo começou…

Vinte e dois anos atrás, em 1994, no ateliê da Cerâmica Van Erven, em Petrópolis, no Rio de Janeiro, o casal produzia o primeiro prato da Boa Lembrança. A encomenda veio de Dânio Braga, fundador da Associação dos Restaurantes da Boa Lembrança, que explicou a ideia da criação da associação e propôs uma parceria, logo aceita pelo casal. Cerca de um ano depois, com equipamento pronto e artes definidas, a produção teve início e os primeiros pratos eram entregues aos restaurantes participantes.

Boa_Lembrança5

A evolução

No início, Henrique e Olga tinham a ajuda de duas artesãs, que pintavam as artes criadas por eles, e de um forneiro, que preparava o material. Hoje, a equipe de 15 pessoas ainda tem ajuda extra dependendo da época do ano. Apesar do crescimento e das facilidades trazidas pela tecnologia, o processo de produção dos pratos ainda preserva a atenção e cuidados das primeiras unidades.

A Cerâmica Van Erven produzia cerca de 2 mil pratos por mês. Hoje, a média varia entre 60 e 70 mil peças por mês, para o Brasil inteiro. Um aumento de demanda que, segundo Henrique, trouxe novos desafios, como capacitar a tempo os artesãos, mas que, sobretudo, injeta ainda mais ânimo para continuar.

Boa_Lembrança4

O processo

Funciona assim: a partir da receita e sugestões enviadas pelo restaurante ao ateliê, as artes são criadas e enviadas para os chefs para aprovação – uma etapa que antes era feita pelo correio e hoje acontece via e-mail (ufa, obrigado tecnologia!). Depois disso, os artesãos, previamente treinados para a técnica utilizada, reproduzem os desenhos manualmente nas cerâmicas. Tudo com muita paciência e dedicação aos mínimos detalhes, afinal, o objetivo é impressionar os colecionadores.

Se você ainda não se apaixonou, a Tutano recomenda: escolha um dos restaurante associados e dedique uma refeição da sua vida a esse restaurante. Chegue lá e experimente o prato da Boa Lembrança. Pronto! Você pode virar colecionador de pratos e, com certeza, de lembranças maravilhosas!

Conheça aqui os Restaurantes do Paraná com Prato da Boa Lembrança.

Fotos: Facebook Rio Bom De Mesa Arbl
COMPARTILHE ESTA MATÉRIA
AVALIAÇÕES
(8)
  • Excelente
    8
  • Muito bom
    0
  • Normal
    0
  • Ruim
    0
  • Horrível
    0
DÊ SUA NOTA: