Primeiro curso de chef vegano do Brasil é em Curitiba

5
1296

Seduc Intec (Sociedade Educacional Curitiba) foi criada em 1998 para atender especificamente às indústrias com cursos de qualificação industrial e treinamentos nas áreas técnicas, qualidade e manufatura. Hoje eles também têm vários cursos de capacitação que atendem empresas, inclusive na área de gastronomia. Mas a ideia de abrir um específico para chefs veganos aconteceu depois que Lorelay Cardoso, diretora da escola, tirou férias e passou 30 dias na Índia. Lá começou a se interessar pela alimentação sem carne e fez um curso de alimentação ayurvédica. Lorelay e Camila Ramponi – gerente da franquia Seduc centro – então desenvolveram o curso depois de muita pesquisa, na qual constataram que não existia nada similar no Brasil, ainda que a procura fosse grande. O dono da escola – Celso -, que tem uma cabeça superaberta a novas ideias, abraçou a causa imediatamente, e hoje a escola é a primeira do Brasil a oferecer essa especialidade.

a ideia de abrir um específico para chefs veganos aconteceu depois que Lorelay Cardoso, diretora da escola, tirou férias e passou 30 dias na Índia

O curso tem duração de 5 meses, com uma pegada mais natural e saudável, mas aprende-se de tudo. A parte inicial dá dicas para a transição para o veganismo, ensina a técnicas de corte, preparo, bases da cozinha vegana, substituições, e no decorrer do curso aprende-se sobre cozinha funcional, sem glúten, queijos vegetais, cozinhas do mundo, crudivorismo, preparo de bolos e por aí vai… Ao término do curso, os alunos têm uma aula criativa em grupos, nos moldes do masterchef, em que recebem uma caixa surpresa e têm que preparar um prato principal e uma sobremesa, baseados nas aulas que tiveram. Legal, né? A primeira turma foi aberta em fevereiro de 2016, hoje já são 3 turma formadas, 4 em andamento e 3 começarão as aulas em alguns dias.

Seduc Intec 7 - Atleta Veg Seduc Intec 9 - Atleta Veg

Segundo Lorelay, o curso não tem foco somente no público vegano, sendo aberto a qualquer pessoa que queira aprender. Tem o propósito de estimular a sociedade a se alimentar de forma mais consciente, e isso tem funcionado muito bem, já que, entre os alunos, estão donos de empresas do ramo (que se interessam em ter um opção vegana no cardápio), alunos que fazem pra aprender a cozinhar pra si mesmos, outros que fazem pra aprender preparos porque têm amigos ou parentes veganos. Com o vegetarianismo / veganismo cada vez mais em alta, acho que eles mandaram muito bem. O que você acha?

São 4 professores veganos ministrando o curso, inclusive o Cleverson, do Zanquetta Alimentos Congelados (famoso por fornecer congelados veganos), e a nutri Janaína, que ajudou a estruturar as receitas da apostila, e eles já estão pensando em lançar um curso específico de confeitaria vegana porque muitos dos alunos pedem por mais essa especialização.

Seduc Intec - Atleta Veg

As turmas têm entre 10 e 15 alunos, mais ou menos, pra que todos consigam ter a atenção necessária. As aulas são práticas e todo mundo põe a mão na massa. Eu acabei fazendo a aula de Finger Food pra poder tirar essas fotos que vocês estão vendo e entender melhor como funciona o curso – me apaixonei!

Ah, e no final, você recebe um certificado de Chef Vegano e pode espalhar gostosuras mundo afora 🙂 Curtiu?

Pra saber mais, é só acessar o site da escola.

opc%cc%a7a%cc%83o_03

A Gabi é arquiteta urbanista e metida a cozinheira! Desde que entrou no mundo do esporte, mudou sua alimentação, o olhar sobre o mundo e sobre seu corpo. Hoje é maratonista, autora do blog Flor de Sal e colunista do Presunto Vegetariano e estuda para ser chef especialista em culinária veg.

Leia mais:

Dicas (+receita) pré-treino
6 lugares para levar aquele seu amigo “veg”

5 COMENTÁRIOS

  1. Olá Beto, tudo bem?
    amei o seu site e em especial essa matéria sobre o curso de gastronomia para formação de chefs veganos.
    Eu, com minha companheira, Maria Castellano, dirigimos o COMO? Espaço Vegano, aqui em Campinas, SP.
    Muito bom saber que existe seu site e esse curso único em Curitiba.
    Abraços cordiais!

Comments are closed.