ENTRAR Bem-vindo! Faça login para ter
uma experiência completa.

3 lugares para comer petiscos fora do centro de Curitiba

3 de maio de 2016

(8)
André Bezerra, organizador do “Comida di Buteco”, indica os melhores botecos na periferia de Curitiba para comer petiscos perfeitos.

André Bezerra, organizador do “Comida di Buteco”, indica os melhores botecos na periferia de Curitiba para comer petiscos perfeitos.

São Braz – Dom Rodrigo

Vizinho de uma daquelas cantinas que se estabeleceram na porção italiana de Curitiba, se você for procurar pela placa do boteco, vai chegar a Campo Largo e não terá encontrado. Não há placa indicando o Dom Rodrigo. Portanto, coloque o endereço no GPS ou procure pela esquina da Toaldo Tulio com Domingos Della Bona. Vai avistar a varanda da casa, normalmente repleta de gente. Terça e quinta-feira são os dias de maior movimento.

Mesmo ponto onde já foi o “Bar do Tino”, o Dom Rodrigo está ali desde 2001. Pertence ao Rodrigo e sua esposa, Ledi. Quase todo mundo entra chamando: “Fala, Rodrigo!”. Ele está ali, atrás do balcão. O Rodrigo na chapa e a Ledi no caixa. O controle é feito em um caderno onde ela anota à mão, soma na calculadora e sai rabiscando caderno afora. No Dom Rodrigo, o balcão é o melhor lugar para conversar com o casal e ficar de olho no que está sendo preparado na chapa quente: pão com bife, pastéis e petiscos sensacionais. Os molhinhos também são coisa de outro mundo. Bem ali, no São Braz.

De segunda a sexta o cardápio vai sendo revezado conforme o dia. Segunda tem bolo de carne e pão com bife, que é o carro-chefe da casa. Se for optar por ele, vá com fome. O recheio vem no pão francês e consiste em um bife dos grandes, queijo e verde, tudo preparado na chapa pelo Rodrigo. Tem o dia da carne de onça e porção de siri. A carne de siri é extraordinária. Sobre o prato vem uma bela quantidade desfiada, bem temperada, quentinha e acompanhada de torradas ou fatias de pão francês, manda o cliente.

Também tem pastel de camarão e bolinho de bacalhau. O pastel vem repleto de camarão bem temperado. O bolinho de bacalhau é caprichado, crocante onde precisa ser, macio onde tem que ser e saboroso toda vida. O boteco ainda serve sanduíche de pernil e, às sextas, é a vez dos “aperitivos variados”, quando o Rodrigo e a Ledi vão à feira, escolhem o que houver de “mais bonito” e preparam no bar. Pode ser um peixe, frutos do mar ou o próprio pastel de camarão. O boteco é uma espécie de extensão da casa deles, então o casal vai te receber bem, repare no sorriso de criança do Rodrigo. Nos faz lembrar que quem vai ao bar ou dele vive não tem depressão.

Abre de segunda a sexta, das 18h à meia-noite.
Sábado e domingo não abre.
O Dom Rodrigo fica na Avenida Toaldo Túlio, 2275, São Braz.

Eu Indico_Dom_rodrigo_pao_com_bife

Parolim – Gruta da Onça

Boteco obrigatório no Parolim, a Gruta da Onça foi aberta pelo delegado Edgard Pochlopek, em 1984. De acordo com o Edgard, o nome é por causa do petisco principal: a carne de onça. Ainda segundo ele, muita gente já entrou lá intrigado sobre se o tira-gosto era preparado “com a carne do felino, do bicho mesmo?”. Ele conta essa história se divertindo.

Existe uma grande varanda para a calçada, mas, dentro, o ambiente remete a uma taberna. Na Gruta os clientes mais antigos são amigos do Edgard, que recebe a clientela como tal. Mas ele também pode “virar uma onça”. Uma vez, ao flagrar um casal em meio a um beijo mais “saliente”, o Edgard não teve dúvida, disse que ali não era local para aquilo e intimou os pombinhos a irem namorar em outro lugar. Da cozinha da Gruta da Onça saem pratos e petiscos de responsabilidade, tudo sob o olhar atento do Edgard. Além do prato que dá o nome à casa, tem a buchada cigana, rabada, porção de bolinhos de carne, de pierogi, moela de frango ao molho, a “rã pimenta” e o buchinho à milanesa. Uma pequena catedral para os botequeiros do tipo “romeiros”, bem no final da Rua Alferes Poli, perto das concessionárias da Marechal Floriano.

Abre de quarta a sábado, das 17h às 22h, religiosamente.
No almoço de sábado a feijoada na cumbuca é a mais tradicional do bairro.
Das 11h às 14h.
A Gruta da Onça fica na Rua Alferes Poli, 3333, Parolim.

Eu Indico_Gruta_da_onca_feijoada

Vila Hauer – Petiscaria Big Fish

Trata-se de uma petiscaria na Vila Hauer, próxima das sedes administrativas dos bancos. A especialidade? Com esse nome, não poderia ser diferente: petiscos à base de frutos do mar.

A Casa pertence ao Luis Serpa e está no endereço há 5 anos. Antes funcionava em outro ponto, também na Vila Hauer, onde ficou durante 12 anos. O Luis Serpa também manteve a “Petiscaria Lá No Lulu”, em Caiobá, por 7 anos. Antes, lidou durante 45 anos com frutos do mar. Tinha um caminhão e transportava desde Laguna (SC) até Curitiba, onde distribuía nas quatro peixarias que manteve, duas delas dentro do Mercado Municipal. Essa experiência explica muita coisa. O Luis Serpa conhece o ofício. Feitas as apresentações, vamos para a cozinha. No almoço, diariamente, o Big Fish mantém um bufê onde serve filé de pescada e outras opções variadas a preço único.

A porção mais tradicional é a de camarão à milanesa. Também provamos a porção de isca de peixe em tiras crocantes e sequinhas. Depois seguimos mar adentro e fomos de deliciosos bolinhos de peixe. Chamamos o Luis à mesa para entendermos de onde vinha a receita. Da cozinha do Big Fish e, segundo ele, nossa pescaria não foi a melhor que poderíamos ter conseguido: “Meu filho, se você gostou dos bolinhos de peixe, precisa provar os de siri e os de camarão”. Tampouco poderíamos ter partido sem provarmos a porção de cascudinho. De mergulhar de cabeça. O Big Fish é uma daquelas pérolas que se encontram dentro das ostras no fundo do mar. Uma rodada de petiscos lá equivale a um dia feliz de praia.

O almoço é servido todos os dias, das 11h às 15h.
O Big Fish fica na Rua Carlos de Laet, 1819, Vila Hauer.
(41) 3308-4709

Eu Indico_Big_Fish_Iscas

André Bezerra é diretor da Monstro Animal e trabalha com produção de eventos corporativos e culturais.

Artigo de: André Bezerra

COMPARTILHE ESTA MATÉRIA
AVALIAÇÕES
(8)
  • Excelente
    5
  • Muito bom
    0
  • Normal
    0
  • Ruim
    2
  • Horrível
    1
DÊ SUA NOTA: